NOTÍCIAS

STF ilumina cores do arco-íris em homenagem ao Mês do Orgulho LGBTQIAP+
22 DE JUNHO DE 2022


Para marcar o Mês do Orgulho LGBTQIAP+, o Supremo Tribunal Federal (STF) e a Associação Nacional de Magistrados do Trabalho (Anamatra) firmaram parceria para iluminar o edifício-sede com as cores do arco-íris. Temas ligados à diversidade têm tido grandes avanços no Judiciário. Um exemplo recente é a decisão do Plenário do STF que, no julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão 26 e do Mandado de Injunção 4733, equiparou a homofobia e a transfobia ao crime de racismo previsto na Lei n. 7.716/1989.

O mês de junho foi escolhido internacionalmente para homenagear a causa em razão de um marco: o dia 8 de junho de 1969, quando houve uma violenta abordagem policial no bar Stonewall Inn, em Nova Iorque (EUA) e gerou reação dos frequentadores, membros da comunidade LGBTQIAP+, que enfrentaram as autoridades. A partir desse dia, protestos em diversos pontos da cidade aconteceram contra essas abordagens. No ano seguinte, foi realizada a primeira marcha do Orgulho Gay em Nova Iorque e atualmente são realizadas manifestações em diversos países, inclusive no Brasil.

Fonte: STF

Macrodesafio - Garantia dos direitos fundamentais

The post STF ilumina cores do arco-íris em homenagem ao Mês do Orgulho LGBTQIAP+ appeared first on Portal CNJ.

Outras Notícias

Notícias

Campanha do Agasalho 2022
16 de maio de 2022

A partilha de bens tá diferente!


Notícias

O que você faz em 07 minutos?
09 de junho de 2021

Quando falamos que agilidade e eficiência definem nosso time, o assunto é sério…


Portal CNJ

Judiciário muda forma de trabalho e mantém economia e redução no consumo
30 de junho de 2022

O consumo de insumos no Poder Judiciário foi impactado por uma mudança cultural. Dados do 6º Balanço da...


Portal CNJ

CNJ e Igarapé lançam portal com foco na inserção social de pessoas egressas das prisões
30 de junho de 2022

A superação de estigmas e criação de oportunidades para reinserção social de pessoas que deixaram as prisões...


Anoreg RS

Artigo – Adjudicação Compulsória Extrajudicial – Por João Pedro Lamana Paiva e Tiago Machado Burtet
29 de junho de 2022

As instituições Notarial e Registral representam uma organização social pré-jurídica, atendendo as...


Portal CNJ

Fux: Justiça Digital voltada aos cidadãos une experiências do Brasil e da União Europeia
29 de junho de 2022

O desenvolvimento das tecnologias da informação e da comunicação, que nos últimos anos dinamizou a economia em...


Portal CNJ

Justiça 4.0: Judiciário brasileiro apresenta cronograma de novas tecnologias até 2024
29 de junho de 2022

O Judiciário brasileiro é modelo de transformação digital e o impacto das mudanças postas em prática pelo...


Portal CNJ

Seminário destaca o papel da tecnologia no fortalecimento das democracias
29 de junho de 2022

A importância das ferramentas tecnológicas para o fortalecimento e a consolidação da democracia foi destacada...


Anoreg RS

Artigo – Adjudicação Compulsória Extrajudicial
29 de junho de 2022

Confira artigo de autoria de João Pedro Lamana Paiva e Tiago Machado Burtet.


Anoreg RS

‘Este era o sonho dele’, diz mãe de homem trans que se tornou 2º caso no país de retificação de nome após a morte
29 de junho de 2022

Às vezes, o papel que documenta uma vida documenta também a História.